segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Manual O Fluxo da Abundância 13

Pontos-chave – Reflexão e Reconexão


Nota: A seguir a cada ponto há algum espaço para tomares nota das tuas reflexões. Sugiro que pegues em cada ponto chave por si mesmo e que o consideres ao longo de um dia, estabelecendo ligação entre o que é dito, o que tu sentes e o que vives na realidade. Assim ser-te-á mais fácil relacionares estes pontos com a vida prática do dia a dia e percecionar o que eles podem trazer-te de útil. Os pontos estão divididos por temas para facilitar o entendimento e “digestão” dos mesmos.

Realidade:
·         A Vida na Terra é uma Ilusão muito Real. Ou seja, tudo depende daquilo que criamos com as nossas crenças e escolhas, e tudo pode mudar dependendo disso.

·         O Futuro é o Passado curado...no Agora. Para curar o passado é necessário aceitá-lo totalmente – Compaixão. Perceção, aceitação, integração e largar. Aceita que tudo tem propósito, não há fracassos. O Perdão é na realidade deixar ir, largar o apego a seja o que for, libertando-te a ti e ao que/ a quem seja que te mantiveste preso/a.

·         Quando nos tornamos criadores conscientes da nossa realidade passamos para além dos limites do Espaço e do Tempo – saimos da linearidade e passamos a ondular – dançar.
   
·         Sequência de Vida do nosso processo de desenvolvimento enquanto seres Humanos e Divinos: conhecer-se; experienciar-se; reunir-se; expressar-se e expandir-se.
  
·         Aquilo em que acreditamos é o que produz a manifestação da nossa realidade – a energia converge para nos trazer exatamente o que nós cremos ser “verdade”. A Energia serve a nossa intenção, permitindo-nos experienciar o que estamos a escolher ou a acreditar em dado momento.
  
·         O que estamos dispostos a aceitar que merecemos determina o que recebemos.

·         O medo de falhar limita o resultado das nossas escolhas.
  
·         Manter o jogo de “apenas o suficiente”, de certa forma motiva-nos a perpetuar o próprio jogo, a perpetuar a busca.

·         Quem está em busca permanente nunca está inteiramente aqui e agora.

·         Considera: não és só tu que atrais as situações – és tu que te sentes atraído por elas. Porque te atraem?

·         Considera: tens mesmo livre arbítrio – ou são os teus aspetos que determinam as tuas escolhas e experiências, desejos e necessidades?

·         Temos medo da nossa própria força – temos medo de ser diferentes da multidão.

·         Escolhe não a partir do desespero ou necessidade – mas a partir da paixão/ desejo, sem colocar limites, controlo ou expetativas.

·         Para se ser abundante há que sentir-se abundante.

·         Ser abundante requer estar Presente no corpo, conscientemente no Agora.

·         Somos todos intrinsecamente abundantes, é um direito que nos assiste.

·         Remover os limites permite-nos criar algo totalmente novo.


Energia:
·         A Velha Energia era Vibracional – Dual; A Nova Energia é Expansiva. Ela é totalmente espontânea e não obedece à previsibilidade.


·         A Energia nasceu quando saímos de Casa e buscávamos Quem Somos? Quem Sou Eu?; Como se volta para Casa?; Onde é Casa? Havia a necessidade de Busca, foi isso que nos trouxe até aqui e até a todas as nossas experiências. A Energia é o instrumento da Consciência para experienciar-se.

·         Nós não somos Energia mas sim Consciência.

·         A Nova Energia decorre da descoberta e aceitação de que já estamos em Casa, que Eu Sou o que Eu Sou, que Eu Sou Deus Também, da Re-União de todas as nossas partes e Expansão do que Era, daí que é Una, não Dual.

·         Toda a Energia busca resolução- quando não é gerida pela nossa escolha, manifesta-se aleatoriamente, consoante os nossos sistemas de crenças, que são na verdade escolhas inconscientes.

·         A Energia está inteiramente ao nosso serviço – apenas precisamos escolher e dizer de que forma queremos que nos sirva. Se não escolhemos ela manifesta-se na mesma, obedecendo às nossas crenças.

·         O Infinito retorna a si mesmo.

·         A Nova Energia não é duplicável – é única, ocorre sempre de forma original.

·         Se a Energia está estagnada... agita-a… literalmente! Mexe-te! Abana-te! Agita o dinheiro! Salta! Brinca!

·         A rotina mata a criatividade e vitalidade pois que estagna a energia – estagna-te a ti. Se a tua vida ou parte dela é rotineira repara porquê. Basta mudar pequenas coisas todos os dias para pôr a energia em movimento e criar algo novo dia a dia. Experimenta.

Manifestação:
·         Todos os potenciais possíveis já estão criados e disponíveis, basta aceder a eles e escolher qual queremos manifestar – é que os potenciais são apenas energia no seu estado puro.

·         Para aceder a esses potenciais é necessário expandirmos a nossa consciência para além dos limites protetores do que julgamos sermos incapazes de realizar, sentir, ser, criar...

·         Como se manifesta na Nova Energia: Paixão/Desejo; Alegria; Simplicidade. Não criar planos, objetivos ou expetativas – Ser absolutamente tudo no Agora. Confiança, Confiança, Confiança. Unidade interna.

·         Como nós procuramos manifestar a partir da dualidade: Força; Poder; Esforço – programação hipnótica.

·         Não é a mente que cria – a Mente não é criativa. O impulso criativo vem do Sentir – é mais profundo que a Mente. A Mente é apenas o instrumento que mecaniza o sentir. Não ter medo dos pensamentos, não são eles que mandam, mas sim nós – Eu Sou o Que Eu Sou.

·         A Lei da Atração não tem nada a ver com visualizações, orações, invocações ou qualquer tipo de programação mental mas sim com escolhas claras.

·         Muitas vezes o que queremos não se manifesta nesta dimensão por conflito interno e falta de confiança mas manifesta-se algures.


Sem comentários:

Enviar um comentário