segunda-feira, 26 de março de 2018

Os Bastidores do Evento Mulheres Bordadores de Sonhos - Introdução

(post in English: http://inpassionpublications.blogspot.pt/2018/03/women-dream-weavers-events-backstage.html)

O fim de semana do Evento Mulheres Bordadoras de Sonhos (WEFx (Women Economic Forum) Tomar – Portugal), 24 e 25 de março de 2018, começou para mim assim:






E terminou assim:







O Céu e a Terra uniram-se, literalmente, para colorir este Evento com os arco-íris e as flores que os que vieram têm vindo a nutrir nos seus jardins pessoais e que ao longo destes dois dias abriram para que todos pudessem visitar e colher livremente o brilho que lhes possa servir nesta jornada magnífica que é a Vida. E os que partilharam e deram livre e descomprometidamente receberam, sem dúvida alguma, muito mais do que poderiam esperar e os seus jardins pessoais foram decerto semeados com novos bolbos, sementes e raízes que lhes darão muito mais cor, espalhando o aroma doce mas intenso do Amor por muitos outros jardins que a chuva da Inspiração, Coragem, Resiliência, Determinação e acima de tudo Confiança Grata e Amorosa na certeza de que Tudo é Possível, farão brilhar inúmeros arco-íris nos céus nebulados em que o sol espreita com um sorriso, integrando tudo nesta dádiva que é Ser Humano.

Quero começar por dizer que o que me motivou e motiva nesta senda não é o enaltecer das Mulheres acima dos Homens, mas sim o honrar o seu brilho Feminino, estimulando e apoiando a Liderança Feminina, não para que se sobreponha à Masculina, mas para que nasça uma Nova Ordem, nem Matriarcal, nem Patriarcal e por isso ainda inominada. Acredito plenamente que o Equilíbrio não só é possível, como é o caminho da Paz, do Amor e da Harmonia e que para isso as Mulheres têm que deixar de ser vítimas e os Homens abusadores - e vice-versa. Estes estereótipos precisam de morrer e isso só é viável de dentro para fora, quando cada um dilui as suas guerras internas e se assume no seu Potencial Pleno. Ninguém tem que estar acima ou abaixo de ninguém e as hierarquias deverão servir apenas para que haja uma simplicidade ordenada, em que todos fluem, sabendo a sua função, propósito e caminho, em respeito mútuo. Na tapeçaria da Vida, quando bordada com Amor, não há pontos mais importantes que outros, pois que a tapeçaria sem um dos seus pontos bordados a rigor, não seria a Obra Prima que É. E dela tudo faz parte, para que cada um possa escolher quais são os pontos que quer tecer e de que forma, onde, como e com quem o quer fazer – mesmo quando não parece que o possa fazer.

Acredito que enquanto estivermos em Luta, haverá batalhas para travar e dramas para viver e que por isso é essencial que um a um levantemos a bandeira branca dentro de nós e demos tréguas ás nossas lutas internas entre o Feminino e Masculino – sempre e invariavelmente, primeiro dentro de nós.

Uma maneira de fazer isto é permitirmos que o nosso brilho se mostre, sem deixarmos que a autossabotagem interna (a Luta entre o Feminino e Masculino lá dentro), que nos diz que não somos suficientemente bons, capazes, válidos, valiosos ou merecedores, nos impeça de abrirmos o coração e deixarmos transbordar cá para fora todos os nossos tesouros, partilhando-os com o Mundo inteiro e percebendo que afinal somos todos células do mesmo organismo – a Humanidade na Terra, todos com a mesma centelha Divina, infinitamente abundante e amorosa, brilhando algures por debaixo das nossas crenças de incapacidade e impossibilidade.

Apenas quando nos permitimos a vulnerabilidade de abrir as portas do coração de par em par para vermos, reconhecermos e enfim mostrarmos o nosso brilho, podemos perceber que ele é infinito e que quanto mais o partilhamos mais ele brilha e cresce pois que a chama que brilha incondicionalmente não pode ser apagada – ela apenas sabe brilhar. Mais ainda, a chama partilhada e unida com inúmeras outras chamas torna-se um fogo inextinguível. Uma chama nunca apaga outra, apenas a pode intensificar.

É este o convite do Projeto, ou diria Movimento, Mulheres Bordadoras de Sonhos que faz parte da All Ladies League (Liga de Todas as Mulheres) criada pela Dra Harbeen Arora, na Índia para o mundo inteiro. Brilhemos intensamente, apoiando a Liderança Feminina por ser hora que o Feminino se erga, enfim, e assuma o seu real valor, que esse valor seja reconhecido e respeitado por todos, Mulheres e Homens, para um Mundo equitativo, pacífico e são.  

E agora sobre o Evento propriamente dito, pelo qual digo agora mesmo que estou transbordante de Gratidão, partilharei no próximo post 😊

Nota: para mais informação sobre o projeto All Ladies League a a Women Economic Forum visite o site www.wef.org.in

Sem comentários:

Enviar um comentário