quarta-feira, 6 de abril de 2016

Contempla a Arte da Vida

Uma pintura só pode ser contemplada na quietude após a ação.






Contempla a tua Arte da Vida no intervalo entre cada Respiração.


Recorda-te que a ação cria o que te ocorreu na sua ausência.

Sempre que persistes em agir sem parar, ficas prisioneir@ da ação, perdendo a noção do seu propósito. Mas quando equilibradamente largas o fruto das tuas ações para que expandam enquanto descansas, podes perceber o curso da tua vida e escolher persistir num determinado sentido ou criar um novo rumo, explorando as múltiplas e infinitas possibilidades que nascem do vazio supremo, útero de todas as coisas.

T. C. Aeelah

Sem comentários:

Enviar um comentário