quarta-feira, 20 de julho de 2016

Porquê tanto alvoroço em relação aos Aspetos? /So what's all the fuss about Aspects?

Não há alvoroço algum ;) É essa a questão!!!!

O Despertar é apenas um passo na nossa viagem de Integração. O primeiro passo, aliás.

O resto vem com tentativa e erro, onde o erro perde a sua profundidade e se torna apenas mais um passo, mais uma respiração.

A Integração – ou seja, tornarmo-nos nesse claro e transparente lago de infinitos potenciais sem nenhuma ligação específica a traços fixos de Personalidade – não é um concurso de medição de forças. É um fluxo livre de poder, conforme começamos a desfrutar da vida de formas novas, deixando que as nossas escolhas nos encontrem em vez de corrermos atrás delas, permitindo que os nossos Aspetos se dissolvam neste claro e transparente lago de Ser, apenas porque não lhes é dada mais atenção. Mudar hábitos conscientemente é algo que se faz sem esforço quando aceite inteiramente. Isto, só por si, integra Aspetos.

Mas o nosso lado Humano PENSA que isto é demasiado simples – bom demais para ser verdade – e lá vamos nós, por vezes presos na rede dos julgamentos, outras vezes em luta contra nós mesmos… Exceto quando nos permitimos saber que estas são apenas mais umas quantas estratégias ilusórias para nos manterem afastados da nossa Essência.

Para se poderem integrar, os Aspetos precisam da nossa Confiança na nossa Essência, precisam que fiquemos em Casa – Presentes – e precisam que deixemos de lhes dar fuel. Sem julgamento, sem argumentação, sem rejeição e certamente sem irmos atrás do seu engodo, deixando-nos apanhar na sua aliciante malha de propósito. E é só.

E porquê integrar agora em vez de deixar para mais logo?

Porque não há mais logo! Apenas parece haver. O tempo espirala sobre si mesmo. Quando ficamos conscientes de algo é porque chegou a hora. Se não fosse o momento apropriado não teríamos essa consciência.

Apenas um pequeno lembrete de que os Aspetos Humanos se integram na Vida Humana. Pode até acontecer às portas da nossa morte, com a nossa última respiração, mas não depois dela. Por isso, quer pretendamos ou não regressar a este belo planeta, quanto mais integrarmos agora, mais suave e alegre será o tipo de experiências que vemos e nos permitimos viver.

Com Amor
Aeelah

 ***

There’s no fuss ;) That’s the point!!!! J

Awakening is just a step in our journey of Integration. The first step, actually.

The rest comes through trial and error, where error loses its depth and becomes one more step, one more breath.

Integration – in other words, becoming a clear, transparent pool of endless potentials with no particular affiliation to fixed Personality traits – it is not a Power measuring contest. It is a powerless flow as we start enjoying life in new ways, letting our choices find us rather than chasing them around, letting our Aspects dissolve in this clear, transparent pool of Isness just because they no longer get any attention. Changing habits consciously is effortless when accepted fully. This per se, integrates Aspects.

But as Humans we of course THINK that this is too simple – too good to be true – so we get ourselves tangled up in judgement mode some of the time and in fighting against ourselves the rest of the time... Except when we allow ourselves to know that these are just more illusionary strategies to keep us away from our Essence.

In order to integrate, Aspects need our Trust in our own Essence, they need us to stay Home – Present – and they need us to stop giving them fuel. No judgement, no argumentation, no rejection and certainly enough not going after their bait, getting caught up in their enticing hook of purpose. That’s all.

And why integrate now rather than later?

Because there is no later! There just seems to be. Time spirals over itself. Once we are aware of something it is the time. Otherwise we would have no such awareness.

Just a small reminder here that Human Aspects only integrate in Human Life. It can happen on our death bed, with our last breath, but it cannot happen afterwards. So whether or not we intend to come back to this beautiful planet again, the more integrated we are, the more smoothly joyful the range of experiences we will perceive and allow.

With Love
Aeelah




4 comentários: