quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Manual O Fluxo da Abundância 4

Estimados leitores,

Vou estar fora alguns dias pelo que aqui fica o toda a parte relativa à ativação dos sentidos :) Bom proveito ;)

Terno Abraço

T. C. Aeelah

Respiração e os Sentidos


É. Respiração. Toda a gente respira. Se paras morres. É algo vital.
Mas quanta atenção dás a esse algo que te mantém vivo?
Já reparaste como respiras?
Como respiras? Sim, sim, como respiras?
Cá em cima no peito?
 Os ombros estão tensos ou soltos?
E o maxilar está tenso ou solto? Para soltar o maxilar basta deixar de apertar os dentes de cima contra os de baixo.
Como está a tua testa? Franzida ou descontraída?
 E a tua boca, os teus lábios? Soltos ou contraídos?
E as tuas mãos, tremem ou estão descontraídas?
 Os músculos do teu corpo, estão tensos ou soltos?
O abdómen, está contraído ou flutuando de acordo com a respiração?
A respiração consciente é o teu maior tesouro. É através dela que podes muito simplesmente descobrir-te. Podes enfim encontrar silêncio. Podes enfim encontrar equilíbrio. Podes enfim desenvolver compaixão - aceitação total de todas as partes de ti. Podes enfim sentir-te presente na tua vida.

***

Exercício Prático:

Nota: Este exercício e todos os outros exercícios incluídos nesta secção (o corpo, a visão, a audição, o olfato, o paladar) encontram-se disponíveis na versão áudio para que possas desfrutar da experiência do despertar dos sentidos de forma integral, sem teres que abrir os olhos para ler o que se segue. Por favor acede aqui: https://reamahara.bandcamp.com/album/fluxo-da-abund-ncia . Em relação às Notas, será útil o teu bloco/caderno para que possas ir escrevendo como te sentes e mais tarde, repetindo o exercício, verificar as diferenças. Seja como for, a opção de fazer os exercícios em modo meditativo (ouvindo o CD Fluxo da Abundância) não impede que faças noutra altura também os exercícios tomando notas. 



Exercício:
Senta-te ou deita-te, da forma que te sentires mais confortável, mas sempre de barriga para cima. Descontrai o abdómen. Inspira e expira pelo nariz, deixando o diafragma solto, ondulando a barriga para cima e para baixo, conforme inspiras e expiras. Não tentes controlar a respiração, deixa-a fluir suave e profundamente, sem pausa, ao seu próprio ritmo, deixando que o corpo se acomode por si só. À medida que respiras, sente o teu corpo. Cada parte do teu corpo. Fica apenas assim, sem mais nada que fazer senão respirar calma e profundamente. Confortável em ti.
***
Mergulhamos agora diretamente no despertar dos sentidos. Tira pelo menos uma hora para todos estes exercícios e assegura-te de que ninguém te distrairá. Escolhe um espaço tranquilo e agradável onde te sintas confortável. Este momento é só teu.
***

O CORPO


Este corpo que é teu desde que nasces até que morres é o teu Espaço Seguro, o teu Espaço Sagrado, o teu Templo. Começa por dar-lhe as boas vindas em gratidão, respeito e aceitação.
 Como sentes o teu corpo?
Como vês o teu corpo?? Bem, mal ou mais ou menos? Especifica o teu sentir.
Sente as mãos, tocando nelas. Sente a pele. Sente o cabelo. Sente o rosto. Sente a roupa.
O que gostas mais de sentir na pele?
O que gostas mais de sentir nas mãos?
O que não gostas de sentir na pele, no corpo?
Move-te de forma a sentires-te totalmente confortável. Sentado/a ou de pé, faz movimentos que te descontraiam agora.

Notas:






VISÃO


Observas os lugares por onde passas?
Reparas mais nas coisas ou nas pessoas?
Vês bem, mal ou mais ou menos?
Que gostas de ver?
Que não gostas de ver?
E quando fechas os olhos, o que é que vês? Como te sentes de olhos fechados?
Move-te com os olhos fechados. Como te sentes?


Notas:








AUDIÇÃO


Como ouves? Bem, mal ou mais ou menos?
Fecha os olhos e ouve. Que ouves? Identifica todos os sons.
Que sons te agradam?
Que sons te desagradam?
Vê/ouve com atenção um trecho de um filme ou ouve com atenção a letra de uma música. Escreve o que sentiste ao ver/ouvir.



Notas:

  





OLFATO


Prestas atenção aos cheiros?
Fecha os olhos e identifica os cheiros à tua volta.
Que cheiros te agradam neste momento?
Que cheiros te desagradam neste momento?
E geralmente: que gostas de cheirar e que não gostas de cheirar?
Tenta imaginar cheiros de que gostes e cheirá-los agora e faz de seguida o mesmo com cheiros de que não gostes.
Identifica coisas que não têm cheiro dando-lhes cheiro. Usa a tua sensibilidade.
Atribui um sentimento a cheiros de que te lembres agora.
De olhos fechados, respirando até ao fundo da barriga, inspirando e expirando pelo nariz, descobre a tua fragrância pessoal.



Notas:

  




PALADAR


Que sabores te atraem? Sente o sabor que tens na tua boca agora. Que imagens associas a isso?
Que sabores desgostas? Sente como te fazem sentir.
A que sabe um cheiro de que gostes? Como te faz sentir?
A que sabe o teu alimento preferido? Como te faz sentir?






Notas:






BEM VINDO/A!


Qual é a sensação de sentir de novo?
Qual é a sensação de estar de novo no teu corpo?

Notas:




Sem comentários:

Enviar um comentário